Quarta-feira, 5 de Abril de 2006

NO MEIO DE TANTAS DEDICATÓRIAS FALTAVAS TU..........

O Amor

 

Você diz que nada sabe sobre o amor.
Deixe-me mostrar-lhe o que o amor significa.

O amor, amor verdadeiro, como o que sinto por você,
é como um incêndio na floresta.
A tudo ele consome e destrói.
Tão violento que não existem meios de controlá-lo.
É como uma tempestade no mar, violento e poderoso,
pronto para destruir aqueles que tentam desafiá-lo!

 É uma força, um poder!
Ele triunfa e conquista! Isto é o amor!
Como pode alguém tão frágil como você
resistir ou opor-se a ele?

O amor é como o raio de sol,
a canção dos pássaros,
o zumbir das abelhas, as flores aos seus pés.
Isso também é amor!
Faz parte de nós, está à nossa volta e dentro de nós.
Não há jeito de escapar.

 
Depressa, meu amor! Eu preciso demais de você!
Estou aguardando e meus braços anseiam por você.

 
O que importa não foi o dia
em que te conheci
e sim o dia em que passei a te amar.


Te Amo!!!

IMA1000

sinto-me: PARA TI AMOR QUE MERECES
música: AMOR

publicado por ima1000 às 17:35
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Poucos mas bons.


AMIGOS....

Pessoas especiais...

São estas que de repente, começam a fazer parte de

nossa vida e que farão parte de nossa saudade

Você é especial...

Porque soube e sabe bem

ser "AMIGO".

Soube me ensinar o real e verdadeiro sentido da

palavra "AMOR"...

Soube na hora certa Ser leal e solidário...

Obrigada pelo papel que desempenha em minha

vida...

Obrigada pela tua atenção pelo carinho e respeito

Desejo-te sempre felicidade por toda tua vida...

Afinal...

Ter você como amigo é conjugar o verbo amar

sempre e ter a Benção de

Deus...

IMA1000(PORQUE OS AMIGOS SAO IMPORTANTES)
sinto-me:
música: AMIGOS SÃO PARA SEMPRE

publicado por ima1000 às 17:31
link do post | comentar | favorito

Para ti filhote



Filho

Dois irmãozinhos brincavam em frente de casa, jogavam bolinhas de gude. Quando Júlio o menino mais novo disse ao irmão Ricardo:
- Meu querido irmão, eu te amo muito e nunca quero me separar de você!
Ricardo sem dar muita importância ao que Júlio disse, pergunta:
- O que deu em você moleque? Que conversa besta é essa de amar? Quer calar a boca e continuar jogando?
E os dois continuaram jogando a tarde inteira até anoitecer.
À noite o senhor Jacó, pai dos garotos chegou do trabalho, estava exausto e muito mal humorado, pois não havia conseguido fechar um negócio importante.
Ao entrar, Jacó olhou para Júlio que sorriu para o pai e disse:
- Olá papai, eu te amo muito e não quero nunca me separar do senhor!
Jacó no auge de seu mal humor e stress disse:
- Júlio, estou exausto e nervoso, então por favor não me venha com besteiras!
Com as palavras ásperas do pai, Júlio ficou magoado e foi chorar no cantinho do quarto.
Dona Joana, mãe dos garotos sentindo a falta do filho foi procurá-lo pela casa, até que o encontrou no cantinho do quarto com os olhinhos cheios de lágrimas.
Dona Joana espantada começou a enxugar as lágrimas do filho e perguntou:
- O que foi Júlio, porque choras?
Júlio olhou para a mãe, com uma expressão triste e lhe disse:
- Mamãe, eu te amo muito e não quero nunca me separar da senhora!
Dona Joana sorriu para o filho e lhe disse:
- Meu amado filho, ficaremos sempre juntos
Júlio sorriu, deu um beijo na mãe e foi se deitar. No quarto do casal, ambos se preparando para se deitar, Dona Joana pergunta para seu marido Jacó:
- Jacó, o Júlio está muito estranho hoje, não acha?
Jacó muito estressado com o trabalho disse a esposa:
- Esse moleque só está querendo chamar a tenção...Deita e dorme mulher!
Então todos se recolheram e todos dormiam sossegados. Júlio foi ao quarto de seu irmão Ricardo e fica observando ele dormir...
Ricardo incomodado com a claridade acorda e grita com Júlio:
- Seu louco, apaga essa luz e me deixa dormir!
Júlio em silêncio obedeceu o irmão, apagou a luz e se dirigiu ao quarto dos pais...
Chegando ao quarto de seus pais acendeu a luz e ficou observando seu pai e sua mãe dormirem.
- O que aconteceu Júlio?
Júlio em silencio só balançou a cabeça em sinal negativo, respondendo ao pai que nada havia ocorrido. Daí, o senhor Jacó irritado perguntou ao Júlio:
- Então o que foi moleque?
Júlio continuou em silêncio. Jacó já muito irritado berrou com Júlio:
- Então vai dormir, seu doente!
Júlio apagou a luz do quarto se dirigiu ao seu quarto e se deitou. Na manhã seguinte todos se levantaram cedo, pois o senhor Jacó iria trabalhar, a dona Joana levaria as crianças para a escola e Ricardo e Júlio iriam à escola...
Mas Júlio não se levantou. Então o senhor Jacó, que já estava muito irritado com Júlio, entra bufando no quarto do garoto e grita:
- Levanta seu moleque vagabundo!
Júlio nem se mexeu. Então Jacó avança sobre o garoto e puxa com força o cobertor do menino com o braço direito levantado pronto para lhe dar um tapa quando percebe que Júlio estava com os olhos fechados e que estava pálido. Jacó assustado colocou a mão sobre o rosto de Júlio e pôde notar que seu filho estava gelado. Desesperado Jacó gritou chamando a esposa e o filho Ricardo para ver o que havia acontecido com Júlio...
Infelizmente o pior. Júlio estava morto e sem qualquer motivo aparente.
Dona Joana desesperada abraçou o filho morto e não conseguia nem respirar de tanto chorar. Ricardo desconsolado segurou firme a mão do irmão e só tinha forças para chorar também. Jacó em desespero soluçando e com os olhos cheios de lágrimas, percebeu que havia um papelzinho dobrado nas pequenas mãos de Júlio. Jacó então pegou o pequeno pedaço de papel e havia algo escrito com a letra de Júlio.
"Outra noite Deus veio falar comigo através de um sonho, disse a mim que apesar de amar minha família e dela me amar, teríamos que nos separar. Eu não queria isso, mas Deus me explicou que seria necessário. Não sei o que vai acontecer mas estou com muito medo. Gostaria que ficasse claro apenas uma coisa:
- Ricardo, não se envergonhe de amar seu irmão.
- Mamãe, a senhora é a melhor mãe do mundo.
- Papai, o senhor de tanto trabalhar se esqueceu de viver.
- Eu amo todos vocês!"
Quantas vezes não temos tempo para parar e amar, e receber o amor que nos é ofertado? Talvez quando acordarmos possa ser tarde demais...
mas, ainda há tempo!

 


IMA1000

sinto-me: PARA O MEU HOMEM PEQUENINO
música: FILHO

publicado por ima1000 às 17:25
link do post | comentar | favorito

meu anjo

 


MEU ANJO


POSSO VER-TE,DOCE LUZ DA MINHA EXISTÊNCIA SENTIR TEU PERFUME INEBRIANTE.


ESCUTAR O PALPITAR DO TEU CORAÇÃO.ENXUGAR TUAS LÁGRIMAS QUE TEIMAM EM CORRER,DANDO UM BRILHO TÃO ESPECIAL 


AO TEU OLHAR,QUE ME BUSCA,MAS NÃO ME VÊ.BUSCA ENXERGAR-ME COM TUA ALMA E NAS COISAS MAIS SIMPLES QUE ESTÃO À SUA VOLTA,AÍ ME VERÁS.


NA LUTA DO DIA A DIA,EU TE ACOMPANHO E TE DOU FORÇA,AMPARO E PROTEÇÃO,SÓ TU NÃO ME VÊS...NAS TUAS NOITES MAL DORMIDAS,EU TE ACALENTO E EMBALO,


SÓ TU NÃO ME OUVES...BUSCA A MIMEM TODOS OS MOMENTOS E A TI EU SEMPRE TORNO,


COM MUITO AMOR  (IMA1000)


sinto-me: todos somos crianças........
música: anjo(selvagem)

publicado por ima1000 às 16:57
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 9 seguidores

.pesquisar

 

.Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Feliz dia da Mãe

. Parabéns

. Lembrar...

. Parabéns mano ...

. Hoje...

. ...

. ...

. O meu apoio...

. Parabéns mana...e Filho.....

. Feliz Natal a todos...

.arquivos

. Maio 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs

.subscrever feeds